Dicas de hábitos diários para uma boa memória

A. REALIZE ALONGAMENTOS DIÁRIOS.

O alongamento ATIVA a circulação sanguínea e OXIGENA o corpo, inclusive o CÉREBRO, deixando o corpo disposto para encarar o dia, além de melhorar a atividade mental (inclusive MEMÓRIA).

1. O alongamento deve ser feito durante todo momento que o corpo sente a necessidade de se esticar, restaurar ou aliviar algum estresse.

2. Não esqueça de manter cerca de 30 segundos em cada posição, para que seja atingido o real objetivo de alongar.

3. Um alongamento realizado muito rápido pode causar estiramentos e dores musculares.

B. MANTENHA-SE FISICAMENTE ATIVO DIARIAMENTE.

Os exercícios aeróbicos trazem uma melhoria para o CÉREBRO, pois ele, como outro órgão do corpo, também precisa do sangue para receber OXIGÊNIO e nutrientes. Se o coração e as veias não funcionam bem, nossa memória é a primeira a ser prejudicada.

1. Não esqueça de se alongar antes de iniciar qualquer atividade física.

2. Não fique sentado por muito tempo, mexa-se. Coloque um limite para os programas de TV.

3. Caminhe diariamente. Combine com familiares ou vizinhos.

C. REALIZE AUTOMASSAGEM E RELAXE SEMPRE QUE NECESSÁRIO.

A AUTOMASSAGEM e o RELAXAMENTO aliviam tensões, controla o estresse, estabelece equilíbrio corporal.

A automassagem antes de dormir proporciona maior ESTABILIZAÇÃO durante o sono e qualidade no SONO REM (responsável pela restauração e organização da memória diária).

O relaxamento alerta (sem sono) permite MELHORES DESEMPENHOS MENTAIS.

1. A massagem deve ser feita devagar, com a palma inteira da mão e realizando uma leve pressão.

2. Nos pontos de maior tensão do corpo, onde normalmente localizam as dores, a massagem deve ter maior duração.

3. O relaxamento pode acontecer por meio da visualização e autopercepção

D. TOME CONSCIÊNCIA DOS PEQUENOS ATOS QUE SE REALIZA DURANTE O DIA.

Observar os próprios atos faz com que tenhamos CONTROLE do “modo automático” de nosso cérebro (memória de procedimentos), e EXERCITA a memória de curto prazo. Além de nos ajudar a lembrar de pequenas informações esquecidas diariamente, nos gera sensação de satisfação.

  1. Preste atenção em tudo que vocês está FAZENDO, nas pequenas ações automáticas como trancar uma porta, tirar algo da geladeira, escovar os dentes, colocar os óculos num determinado lugar ou a conta a pagar em cima da mesa quando escutou o telefone tocar, etc.

E. UTILIZE MELHOR OS 5 SENTIDOS: FIQUE ATENTO!

Quanto mais os sentidos (visão, audição, tato, olfato e paladar) são utilizados ao captar uma mesma informação (ex. gravar uma pessoa), mais POSSIBILIDADES criamos para esta informação ser RESGATADA pela memória.

Exercite os sentidos:

1.Pare e somente escute todos os sons possíveis a sua volta.

2. Saboreie um alimento e procure saber o que foi colocado, o tempero.

3. Observe uma paisagem rica e observe os detalhes.

4. Sinta os aromas, identifique-os.

5. Associe as idéias. Ex: João tem sotaque mineiro, olhos azuis e cheiro suave

6. Se a informação a memorizar é longa, deve ser dividida por partes e serem feitos resumos. Organizar catalogando cada parte por categorias. Tentar associar informações a imagens mentais vividas.


F. CONCENTRE OS 5 SENTIDOS QUANDO ESTIVER REALIZANDO UMA ATIVIDADE, CONVERSANDO OU APRENDENDO ALGO NOVO.

Ao ativar os 5 sentidos, o cérebro começa a perceber e identificar as INFORMAÇÕES que serão FUNDAMENTAIS para facilitar o resgate por meio da memória, pois cada sentido REFORÇARÁ o outro. Além disso, liberamos SEROTONINA quando usamos os 5 sentidos, o que nos dá uma sensação de bem estar.

1. Ao ler ou escutar alguma história, tente sentir o cheiro, o sabor, o som e visualizar o local, enfim, “ENTRE NA HISTÓRIA”.

2 .Ao aprender uma nova habilidade, observe tudo que o corpo está sentido.

G. QUER LEMBRAR DE ALGO IMPORTANTE: VISUAL + AUDITIVO + CINESTÉSICO

VISUAL: lembre da informação escrita ou fotográfica,

AUDITIVO: feche os olhos e observe se é capaz de repetir ou descrever a informação sem o estímulo visual,

CINESTÉSICO: associe esta informação a algum movimento que nela possa existir.

H. PARA LEMBRAR DE NÚMEROS:

VISUAL: visualize a seqüência numérica, faça possíveis associações com datas ou números conhecidos, observe se há lógica entre eles.

AUDITIVO: feche os olhos e observe se você é capaz de visualizar a seqüência em sua mente, então repita em voz alta para fixar o som desta seqüência. Escolha ainda um número para dar um “acento”, assim, o número será armazenado com ritmo na tua memória.

CINESTÉSICO: Agora, veja no teclado numérico o movimento que este número faz. Fale em voz alta cada número juntamente com o movimento.

Você não demorará 1 minuto para armazenar esta informação.

I. EXERÇA SUA OBSERVAÇÃO ATIVA AO ANDAR EM LUGARES ABERTOS E COMUNITÁRIOS ATRAVÉS DOS 5 SENTIDOS.

Ao ativar os 5 sentidos, o cérebro começa a PERCEBER e IDENTIFICAR os locais de maneira diferente de como está acostumado (normalmente de forma visual somente). Isto faz com que estes lugares fiquem registrados de maneira mais intensa e a MEMÓRIA SENSORIAL seja ativada. Além disso, ajuda a se perder menos ao andar na rua ou qualquer espaço comunitário.

J. PARA ENRIQUECER SUA FIGURA, FORTALEÇA O FUNDO!

Toda informação armazenada na nossa memória tem um fundo que a contextualiza. Esta relação figura-fundo nos ajuda a entender e utilizar melhor nossa memória. Por exemplo: quando conheço um instrumento musical novo, sei apenas seu nome e seu som, terei uma informação muito pobre:

Figura: imagem do instrumento

Fundo: nome e som

Agora, se eu souber que lugar do mundo costuma tocá-lo, que tipo de música que é utilizado, entre outras informações, estarei ancorando melhor esta figura num fundo mais definido.

L. ESTEJA NO MOMENTO PRESENTE!

Estar preso ao passado – ANGÚSTIA ou estar preso ao futuro – ANSIENDADE faz com que o cérebro não preste atenção no presente, fazendo assim, com que a memória atual não tenha um bom desempenho.

O CONTROLE EMOCIONAL É MUITO IMPORTANTE PARA UMA BOA MEMÓRIA!

Em caso como este concentre na respiração 4X4:

Conte até 4: inspirando

Conte até 4:prendendo o ar

Conte até 4: expirando

Conte até 4: sem ar

Faça duas ou três vezes e  volte a respirar normalmente

N. PARA LEMBRAR DE UMA PESSOA, DIGA PARA ELA MESMA O SEU NOME

Durante uma conversa fale o nome daquela pessoa, no mínimo três vezes e olhando para ela. assim, você está acessado as vias: VISUAL + AUDITIVA + CINÉSTÉSICA!

Ex: “Isabel, teu nome é com “s” ou com “z”. (conversa vai, conversa vem) Então, Isabel, me conte uma coisa… (conversa vai, conversa vem) Pois é, Isabel, …. ( e assim vai).”

O. ANDE COM UM CADERNINHO DE IDÉIAS!

ANOTE todas as idéias que vir na cabeça: PENSAMENTOS, conclusões, VONTADES, compromissos, PLANOS, afazeres, LISTA DE COMPRAS, etc. Não precisa ser redação, só é necessário que seja de maneira clara.

1. Coloque sempre a data antes.

2. E, sempre que possível, releia as idéias para ver quais se pode colocar em prática.

3. Coloque “ok” nas atividades já realizadas.

4. Imagine quantas informações nosso cérebro capta por segundo. A cada conjunto novo de sinapses, surge uma nova idéia ou se recorda de algo, se aquilo for relevante, registre. Caso contrário, dificilmente será relembrado.

5. As grandes idéias da humanidade surgiram em poucos segundos e já foram registradas.

6. Idéia não escrita é idéia perdida.


P. FECHE OS CICLOS.

Começou, termine. Bagunçou, arrume. Planejou, ponha em prática. Procure NÃO DEIXAR PELA METADE.

1. Cada vez que lembramos de algo não realizado, criamos sensações internas de incapacidade, ANSIEDADE ou FRUSTRAÇÃO, todas causadas pelo aumento do CORTISOL (gerando estresse mental).

Q. ESQUECEU? RESPIRE FUNDO E PENSE EM ALGO BOM. AGORA SIM: INVESTIGUE SUA MEMÓRIA.

Ao se COBRAR de alguma informação (nome de alguém, onde deixou algo, se já trancou a porta ou o que foi fazer na cozinha), é causado um estresse mental (CORTISOL) responsável pelo famoso “branco”.

Para que a informação seja resgatada, deve-se oxigenar o cérebro (respirar fundo) e “desbloqueá-lo” pensando em algo que dê uma sensação boa, para liberar a ENDORFINAS e SEROTONINAS que farão passar o estresse mental.

Assim, é possível INVESTIGAR a memória “perdida” retraçando seus passos, passando pelo alfabeto para ver se uma letra sugere uma pista, recapturando o humor em que estava quando a memória foi formada,refazendo cada passo ou, simplesmente, repensando sobre o contexto da memória que está tentando re-acessar.

Deste modo, a informação solicitada virá quando menos se espera.

FALHA DE MEMÓRIA

(PROCESSO NATURAL)

caminho 1

RESPIRAÇÃO FUNDA + DISTRAÇÃO

=

RELAXAMENTO

(ENDORFINA + SEROTONINA)

INVESTIGAÇÃO DE MEMÓRIA

SEM PRESSÃO

SUCESSO

=

MEMÓRIA RESGATADA

caminho 2

RESPIRAÇÃO CURTA + COBRANÇA

=

ESTRESSE

(CORTISOL)

INVESTIGAÇÃO DE MEMÓRIA

SOB PRESSÃO

FRACASSO

=

MEMÓRIA BLOQUEADA

1. Apenas RESPIRE FUNDO e insira no cérebro o pensamento positivo dizendo que você lembrará aquilo que esqueceu e trate de se distrair com outra atividade por alguns segundos.

2. Mudar a atividade mental faz com que o cérebro procure a informação sem pressão.

3. Não se deve conformar com os “brancos”, isso pode tornar o cérebro “preguiçoso” para ativar a memória. É preciso insistir nas respostas posteriormente, mas SEM COBRANÇA NEGATIVA, apenas INVESTIGANDO a própria memória.


R. MODIFIQUE O QUE NÃO TE AGRADA NO DIA A DIA: MELHORE O QUE DEPENDE DE VOCÊ.

Se algo NÃO TE AGRADA nas suas atividades diárias, estará causando um estresse cerebral desnecessário (CORTISOL!) sempre que lembrar desta informação, afetando a qualidade da memória. Quebre estes circuitos sinápticos antigos não agradáveis, MUDE, substituindo por circuitos novos.

1. Melhore teu café da manhã.

2. Atenda ao telefone de maneira diferente.

3. Reorganize um armário que não te agrada.

4. Trate de maneira diferente aquela pessoa que não te agrada e veja se isso não desperta nela uma mudança importante para a convivência.

5. Faça a sua parte para melhorar teu dia.

6. Não se conforme com os fatores desagradáveis presentes no dia a dia.

7. Faça mudanças pequenas e observe os resultados.

8. Procurar fazer atividades que dê prazer, que seja de interesse. ler livros de assuntos agradáveis, praticar relaxamento, exercício de visualização (de paisagem, de viagem no próprio corpo) ajudam a manter as taxas de serotonina e auxiliam no bom funcionamento da memória

S. SE AUTO OBSERVE!

Auto-observação e auto-permissão:são aliados da memória e da boa expressão corporal.

Expressão corporal: forma de comunicação do corpo consigo mesmo e com o mundo – individualidade.

Sem a auto-observação não há expressão singular, ou seja, não há individualidade, não há memória que resista (nível de estresse ↑).

Exercício: fechar os olhos e lembrar tudo que está vestindo desde os pés até a cabeça. Fechar os olhos e lembrar do que se comeu neste dia e como isso pode estar ou não interferindo no corpo, se tomou ou não muito líquido, comeu doces ou salgados, simplesmente se observar

R. INSIRA ATIVIDADES DE MEMÓRIA NO SEU DIA A DIA

1. Jogos mentais, exercícios físicos, faça uma retrospectiva do dia anterior.

2. Cultive a atenção: evite a execução rotineira de tarefas; antes de executá-las, procure lembrar os passos procedurais; procure observar novos detalhes nos trajetos que se costuma fazer.

3. Quebre rotinas: mude o trajeto para o trabalho ou para buscar as crianças na escola ou ir ao supermercado.

4. Atualize-se constantemente: tenha contato com diferentes leituras, diferentes músicas, passeios, cursos de línguas, de computação e outras habilidades cognitivas.

5. Alimente-se melhor: consumindo alimentos naturais ricos em vitaminas e sais minerais.
Página inicial

“Estudo, planejamento e vivências de atividades voltadas para a memória integral”.

Alguns Direitos Reservados

5 Respostas to “Dicas de hábitos diários para uma boa memória”

  1. Mariana Zilli Calabresi Says:

    Oi Angélica. Tomei conhecimento desta tua página através do repasse por email de uma companheira do Lions, parabéns.
    Gostaria de saber mais informações sobre a oficina aberta aos profissionais.
    Muitos que estavam presente na vivência que vc fez para o FPPPI gostarão e podemos divulgar pra vc.
    Abraços,
    Mariana
    92290906

  2. valdeir Says:

    Estas informações foram muito uteis para mim….obrigado!

  3. jaqueline Jesus Says:

    sinto uma grande necessidade de melhorar a minha memória pois venho esquecendo as coisas que faço ou que que preciso, e tenho andado muito stressada.

  4. Daniela Says:

    Muito boa as dicas… valeu!!!


Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: